05/05/2017

Resenha - Romance em San Marino - Livro 1

Sinopse:

"Ela havia nascido para ensinar. Ele, para governar. Só precisavam que o destino os unisse…

Em meio às guerras napoleônicas, a pequena república de San Marino ainda permanece livre com as graças do Imperador Bonaparte. Mas a paz que reina no Monte Titano não se aplica a Ângela Olivério. Pressionada por seus pais para aceitar um casamento arranjado, a jovem de 19 anos se pergunta quem em pleno século XIX aceitaria se casar com uma professora cheia de sonhos idealistas. As inquietações também não abandonam Marco Casali. Comprometido com a bela Alessa Vicini e filho de um dos governantes mais importantes de sua geração, o galante rapaz se sentia preparado para substituir o lugar do pai no Conselho de San Marino. Isso até o dia em que foi envergonhado diante de seus mais importantes líderes. Como ele poderia se tornar o capitão-regente de um país cuja história e povo mal conhece? Depois de um inesperado encontro, Marco descobre em Ângela a mentora improvável de que precisa. Sob a promessa de que ele lhe conseguirá uma audiência com os próprios capitães-regentes, Ângela aceita a missão de instruí-lo nos preceitos da República sem saber que, terrível e irreversivelmente, seu coração seria arrebatado logo por ele — um rapaz destinado à outra garota. Mas o que ambos não imaginam é que, à medida que lutam contra o sentimento crescente entre eles, a chegada de dois estrangeiros ameaça a liberdade de San Marino."


Autora: Lídia Rayanne
Ano: 2017
Gênero: Romance de época / Avaliação: 5/5
Páginas: 511
Editora: Independente / #euleionacional Onde comprar: Amazon

RESENHA


Romance em San Marino, conta a história de Ângela Olivério e Marco Casali. Nascidos em realidades diferentes, mas com a mesma vontade, fazer com que San Marino seja livre e próspera. Napoleão Bonaparte se encantou tanto com o país que permitiu que continuasse independente, isso era um alívio para os cidadãos. E o que regia a cidade eram os capitães-regentes que eram escolhidos de seis em seis meses. O pai de Marco fazia parte do conselho e seu maior desejo era que um dia, seu filho assumisse essa grande posição, a qual duas décadas atrás ocupou. 

Marco sempre quis ser motivo de orgulho para seu pai, e ficou muito enciumado quando Louis Beaumont chegou da França para ajudá-lo nos negócios. Em uma das apresentações se deparam com uma cena bem peculiar. No meio da praça uma jovem simplória e cheia de autoridade corrige Pietro Martelli em público, ele revoltado por Louis ser francês o insultou. Marco fica admirado com a coragem, altivez e inteligência dela. 

"Homens nunca levavam mulheres a sério, pelo menos, não daquela maneira."

Então querendo dar orgulho ao seu pai e não envergonhá-lo perante ao conselho, sem entender nada sobre a história de San Marino. Ele vai atrás de Ângela para pedir sua ajuda e a surpresa foi maravilhosa, ela é professora. Todos os sábados foram destinados a suas aulas e com tanta convivência surgiu diversos sentimentos. 

Marco é noivo de Alessa Vicini uma linda jovem que é apaixonado desde pequeno. E estava ansioso para que ela completasse 18 anos e finalmente ficassem noivos. Quando era pequeno perdeu sua mãe e seu sonho era formar uma família e ser alguém muito importante para seu povo. Nisso as aulas de Ângela o estava ajudando muito, e conviver com ela e seu irmãozinho mais novo, estava deixando-o muito feliz e com as convicções mais maduras e mudadas. Começou a ver que a vida que levava não era o que queria.

Já Ângela é uma jovem independente e muito amada por sua família, seu pai Renato, quer casá-la, naquela época as moças deveriam casar-se cedo. Mas seu sonho era se apaixonar e continuar a dar aulas aos seus alunos. Mas os pretendentes que apareciam a deixava muito assustada. Quando seu pai permitiu que desse aula a Marco, ficou radiante já que teria a possibilidade de encontrar com os capitães-regentes e expor suas ideias. Isso se lhe dessem atenção. 

"Não importa o quão culta, inteligente e letrada você é. Os homens não dão a mínima importância para isso! Eles estão ocupados demais em se interessar por outras coisas."
O núcleo familiar é recheado e todos devidamente destacados. Os pais de Ângela tiveram um início de relacionamento conturbado e estou curiosa para saber o que tanto temem.
Astor Casali, pai de Marco é um homem muito fechado e ficou mais ainda quando perdeu sua esposa. É frio ao extremo com Amabel, sua atual esposa, não sei como ela aguenta. Tem uma ligação com a família de Alessa que o faz ficar louco quando vê a possibilidade dele não se casar com ela.
Os Vicini são horrendos nas ações. Alessa é frívola toda a vida, e graças aos céus, Marco se toca. Vittore Bonelli é primo dos dois e morre de inveja de Marco, que melancólico e calculista ele é. Tudo o que é de Marco ou ele gosta, quer para ele. Sinto que no segundo volume, fará grandes vilanias.

Pietro Martelli é um italiano cabeça dura, e por causa da guerra, foi exilado em San Marino. O que o deixou furioso com os franceses. Não gostava de ninguém vindo do país. Até que precisando de um emprego vai trabalhar na casa de Madame Justine uma mulher misteriosa que chegou cheia de segredos. Na casa vai conviver bastante com Helena prima de Ângela, já que trabalhara lá também, e os dois protagonizaram cenas lindas e engraçadas, um livro deles seria maravilhoso. Seu lado detive aguça quando percebe visitantes ilustres na casa. O que será que escondem?

San Marino não é a mais a mesma com a chegada dos franceses e principalmente com o aparecimentos dos cavaleiros negros, que ameaça os arredores da cidade há anos. A vida de Ângela e Marcos dá um giro imenso, pois juntos terão que enfrentar a fúria de vários opositores.
Política, segredos e amor tudo misturado nesse primeiro volume de tirar nosso fôlego. O mistério paira sobre esse livro, já que ele não acaba por aí. Teremos uma continuação, uhul ❤.

Estou encantada com Ângela forte e frágil na medida certa, que luta pelo o que acredita, mas se permiti errar também. Conhecer Marco vai ajudá-la a se enxergar como mulher e ver que ainda não viveu quase nada da vida. Mas quem disse que ela era de desistir fácil? Indico demais essa leitura, pois é um romance de época bem diferente, envolve questões políticas e comportamentais daquela época. Uma mulher ensinar a um homem foi maravilhoso e ver que Marco ficava cada vez mais encantado pela inteligência dela foi lindo. E ser capaz de assumir isso foi mágico. Estou apaixonada pela escrita da autora e com saudades desde já desse casal incrível. Principalmente ansiosa para que os segredos desse volume, sejam revelados logo no segundo. ♡

28 comentários:

  1. Adorei a resenha! Adoro livros que se passam em períodos históricos. Já anotei na minha interminável listinha de desejados rsrsrs.

    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. Já estou com esse livro em minha lista como um dos próximos a ser lido e com sua resenha fiquei com mais vontade ainda de ler. Adoro romances históricos e esse parece ter uma história bem rica. Adorei sua resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oie Rackel =)

    Eu como amo romance de época já fiquei curiosa com a primeira frase que você colocou no post *-*

    Se tiver oportunidade, vou conferir a história com certeza!

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Também amo e garanto que irá gostar. Bjos ❤

      Excluir
  4. Oi Rackel, sua linda, tudo bem?
    Adoro romances de época e achei esse com um enredo diferente. Fiquei super envolvida só com a sua resenha, tenho certeza de que irei me apaixonar por essa história. Dica mais do que anotada!!! Adorei sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu já amo romances de época e, agora romances de época NACIONAIS? Eu não resisto! Foi pra minha lista com certeza!

    Beijos
    Estante da Josy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! É o primeiro romance de época nacional que leio e estou encantada. Bjos ❤

      Excluir
  6. Adorei a resenha! E já quero ler o livro apenas por ele retratar questões políticas e comportamentais da época, e claro trazer dois protagonista, onde ela ensina ele é uma quebra de conceito que me agrada muito. Porém, sabe quando só pela sinopse você percebe que parece que o romance não vai funcionar para você mesmo. Bom, eu acho que não é bem a minha este romance, achei bem clichê a mulher que ele gosta ser frívola, porque assim era fácil ele se apaixonar pela outra. Entretanto, mesmo assim eu amaria ler só pelas questões que o livro trás para discutir e você conseguiu descrever isso bem na resenha. Adorei sua resenha mesmo!
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  7. Oi
    não conhecia, mas gostei muito do que falou na resenha, gosto de romances de época e não conhecia esse, ainda mais que é nacional, só li um Nacional até agora. Fiquei curiosa com a história fora que achei essa capa linda.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei admirada e amei a história. Recomendo, Bjos ❤

      Excluir
  8. Que bacana ter uma personagem que parece ser tão marcante. E as famílias que podem nos ensinar muito com seus erros, mesmo que seja um romance de época. Gostei da dica :)

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que livro lindo! A capa é maravilhosa e toda a resenha conseguiu despertar minha curiosidade. EU tenho um fraco por romances de epoca <3
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie
    O enredo parece ser muito bom e me agrada principalmente por ser um romance histórico, adorei a temática. Fiquei bem interessada.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha! Nunca li nenhum romance de época, e, pra ser sincera, nem tenho muita vontade, mas gostei bastante da protagonista! Ela parece ser uma mulher muito a frente do seu tempo e bem independente. Amei os quotes que você separou também!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ❤ Eu amo romance de época e veja por quais motivos não tem vontade, as vezes é falta de dar uma chance. Bjos ❤

      Excluir
  12. Adorei esse livro, eu ainda não o conhecia, mas gostei muito da história.
    Parabéns.

    Literatura Por amor

    ResponderExcluir
  13. Já lie e amei, apesar de não ser minha praia dramas mais puxados para a política. Tô ansiosa pela continuação, rs

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem? Adorei muito a sua resenha e me deixou bastante curiosa. Eu estou querendo começar a me aventurar no gênero Romance de época, então a sua dica foi maravilhosa. Gostei ainda mais, pois esta obra em questão está disponível pelo Kindleunlimited, ou seja, já adicionei a minha listinha de livros a serem lidos. Muito obrigada pela dica.

    Beijos,
    www.paginasincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir